Tempo em
Uberaba

26 de outubro de 2015 | 10h 15
‘Projeto Vidinha’ atravessa fronteiras
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Redação JC
jcuberabacontato@gmail.com
Publicado por: Redação JC

O médico veterinário Paulo Henrique de Oliveira Alves Milanez se sentiu estimulado ao conhecer o Projeto Vidinha, um programa educacional que visa ao desenvolvimento da conscientização da população com relação à causa animal, englobando a proteção e defesa dos animais. Ele é desenvolvido através da distribuição de cartilha e realização de palestras.
Em sua estadia em Uberaba, Paulo conheceu o trabalho da Associação Uberabense de Proteção aos Animais - SUPRA, desempenhado por Denise, e demonstrou grande interesse nos trabalhos desenvolvidos pela entidade, em especial, pelo Projeto Vidinha. “Agora, Paulo Henrique levou nossa proposta para ser implantada na África” comemora a vereadora.
Segundo Denise, a cartilha trata de diversos temas, sendo o de maior destaque a castração, que reduz em até 95% as chances de o animal apresentar tumor de mama na fase adulta, pseudociese (gravidez psicológica), além de evitar a gravidez indesejável e uma série de tumores, como o de ovário e próstata, e muitos outros problemas. “A castração, quando realizada na juventude de cães e gatos, evita/diminui alguns hábitos inconvenientes, entre eles a demarcação de território com urina, brigas e fugas de casa”, destacou.
A fundadora da SUPRA relatou que soube que a população Angolana não tem conhecimento sobre os cuidados com a saúde e o trato para com os animais. “O local conta com uma superpopulação solta nas ruas. É bom lembrar que a cartilha prevê também as cominações legais para o crime de maus tratos, devendo ser readequada à legislação daquela nação.”
Denise Max, em parceria com a SUPRA, estará auxiliando os trabalhos que serão desenvolvidos na Angola pelo médico veterinário, “que embarcou ontem (22) rumo à África com exemplares da cartilha e uma gama de informações, conhecimentos e projetos a serem desenvolvidos em prol da causa animal. E apesar de a SUPRA ser uma entidade genuinamente uberabense, busca atuar na defesa dos animais sem preocupação com fronteiras”, encerrou a representante do Legislativo.

Matéria por:Jorn. Karla Ramos - Dep. Comunicação

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade