Tempo em
Uberaba

24 de abril de 2018 | 11h 20
Uberaba sedia semana especial de atividades do movimento “Contrate uma empresa júnior”
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Redação JC
jcuberabacontato@gmail.com
Publicado por: Redação JC

Uberaba sedia, nesta semana, ações do movimento “Contrate uma empresa júnior”, com diversos encontros e atividades com o objetivo de conectar as empresas juniores (EJs) ao mercado empresarial. A primeira ação foi nesta segunda-feira, com um bate papo online, e o cronograma segue até sexta. Os eventos são gratuitos e qualquer empresário interessado em conhecer o trabalho das EJs podem participar. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, por meio do Parque Tecnológico, é apoiadora da iniciativa e está acompanhando as novidades do evento, no auxílio do contato com a comunidade e empresários.

De acordo com o diretor-presidente do Núcleo de Empresas Juniores da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (CENTRI/UFTM), Felipe Nabuco, em 2016 houve a primeira aprovação da Lei 3.267, que regulamenta as empresas juniores do país, ano em que aconteceu o lançamento da plataforma “Contrate uma empresa júnior”, que facilita a comunicação entre o mercado e as EJs.

“No mês de abril, aniversário da lei e da plataforma, são realizadas em todo o país ações especiais para divulgação e, no fim do mês, a semana do “Contrate uma empresa júnior”, simultaneamente em cidades do país inteiro. O tema da semana, neste ano, é ‘Como alavancar o seu negócio através do movimento Empresa Júnior’”, explica Felipe. “Nesta semana falamos realmente sobre tudo que está acontecendo no país, com ações para conseguir conectar o mercado de Uberaba com as empresas juniores”.

As ações tiveram início nesta segunda-feira, com um bate papo online via Facebook pela página do CENTRI/UFTM, com empresas que já realizaram projetos e tiveram impacto por meio do trabalho das empresas juniores. Já nesta terça-feira as empresas juniores participam do Startup Talks, do Zebu Valley, às 19h no Recanto da Praça.

Quarta-feira o encontro principal será no Praça Uberaba Shopping, onde as empresas juniores farão durante a tarde Fast Consults junto aos empresários, ou seja, oferecerão orientações e demonstrações de seus trabalhos para as empresas presentes. O momento também será de fechar negócios e projetos. No período da noite o evento será para apresentar as empresas juniores ao mercado e à comunidade. “Vamos falar sobre o que é o movimento, o que é a plataforma “Contrate uma EJ”, e teremos a apresentação das empresas juniores da Universidade, que mostrarão o que elas podem entregar à comunidade e seus cases”.

Quinta-feira será a vez do Door to Door, momento em que os consultores irão para a rua com o objetivo de fazer prospecções ativas indo até as empresas. “Serão cerca de 40 consultores em campo, indo em empresas da cidade toda para este contato direto”, explica Felipe. Finalizando a semana “Contrate uma empresa júnior”, haverá uma live a nível nacional que fecha o cronograma com participação de todos os envolvidos e interessados.

Felipe Nabuco explica que as empresas juniores são associações sem fins lucrativos, formadas por estudantes de graduação que visam colocar em prática todo o conhecimento adquirido em sala de aula, por meio de projetos e parcerias com empresas. “São projetos com excelente custo benefício, acessíveis e com qualidade, pois há a orientação dos professores doutores e mestres que já possuem o contato e experiência com o mercado, e todo apoio da Universidade e de seus laboratórios”.

A gestora do Parque Tecnológico, Raquel Resende, destaca que o crescimento do número de empresas juniores em Uberaba reflete a qualidade do portfólio e da diversificação do trabalho. “Temos empresas juniores em diversas áreas de atuação. Esta é uma ótima relação custo x benefício, e ao contratar uma empresa júnior você dá oportunidade para que os universitários possam aplicar na prática a teoria que vivenciam em sala de aula. São ganhos para a empresa, que está recebendo um serviço de excelente qualidade, e um ganho de se estar contribuindo para a experiência dos jovens. Todos ganham”, avalia Raquel Resende.

Segundo ela, nesta quarta-feira, um dos objetivos do Parque Tecnológico é convidar líderes e diretores de departamento dos Órgãos Públicos, além dos empresários de entidades privadas, para participar da atividade e conhecer as EJs. “Queremos contribuir nessas conexões e as empresas juniores podem oferecer muitos serviços não só para as empresas, mas também para o setor público”.

Vale explicar que o CENTRI/UFTM é o Núcleo de Empresas Juniores da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, localizado em Uberaba e atuando também em Iturama, Minas Gerais. A missão do grupo é potencializar, alinhar e representar o MEJ UFTM. De acordo com Felipe Nabuco, no ano passado as empresas juniores do CENTRI/UFTM atenderam 113 projetos, e neste ano a perspectiva é de alcançar mais de 160 projetos a serem realizados. “Como não há fins lucrativos, todo o retorno financeiro é investido na capacitação dos membros. O movimento tem a missão de formar empreendedores comprometidos e capazes de transformar o Brasil”. 

Informações por: Luiza Carvalho – Jornalista Secom/PMU

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade