Tempo em
Uberaba

16 de janeiro de 2015 | 11h 05
Hostel: um lugar para novos aprendizados e amizades
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Filipe Neri
filipeneri-geotrip@outlook.com.br
Publicado por: Filipe Neri

Coluna do Filipe Neri: toda sexta-feira no portal JC

Não é muito fácil escolher onde se hospedar durante uma viagem, pelo fato de, atualmente, haver várias opções no Brasil e no mundo. Quando viajo, sempre fico em casas de amigos, pousadas ou hostels, pois são alternativas mais econômicas. Neste texto, falarei sobre hospedagem em hostel. Muitas pessoas ainda não devem ter ouvido falar sobre eles. Hostels são estabelecimentos que fornecem, sobretudo, serviços de alojamento em quartos coletivos ou privativos com bons preços.

Há registros dos primeiros hostels entre os anos de 1909 a 1913 no continente europeu. De lá para cá, esse tipo de acomodação se espalhou pelo planeta. A filosofia deles é proporcionar viagens em que haja uma mistura e descoberta de culturas e pessoas com um turismo econômico e acessível a todas as idades.

São lugares em que há encontros especiais de gente de nacionalidades diferentes, idades e com diversas histórias de vida. Com infraestrutura agradável e divertida, são adequados para desfrutar bons momentos. Os hóspedes têm a possibilidade de se encontrar em lugares comuns, como o living e as salas de estar e de descanso, para, assim, ocorrerem trocas de experiências e conhecimentos.

Há vários tipos de hostels e que atendem a todos os gostos. É preciso pesquisar muito até encontrar o que melhor combine com o seu perfil. É possível encontrar muitos com quartos privativos ou dormitórios coletivos, com banheiros individuais ou compartilhados, com ou sem café da manhã. Em alguns há até piscina. Os valores cobrados dependem da época de hospedagem, podendo variar entre R$ 30,00 a R$ 100,00 em um quarto coletivo ou até mesmo privativo.

Já fiquei hospedado em diversos hostels no Brasil e em alguns dos países que já visitei como Chile, França, Inglaterra e Irlanda. Alguns deles contam com decoração diferenciada, até mesmo como temas de filme ou país. Vale tudo, até mesmo homenagem a algum artista.

Existe a Hostelling International, a maior rede de hospedagem do mundo. Ela define as normas de convivência, regulamento próprio, padrão internacional de atendimento e controle de qualidade em todos os hostels. Nessa rede, as pessoas podem comprar a sua carteirinha de alberguista, para pagar mais barato nos hostels afiliados. São duas carteirinhas diferentes: a Individual Nacional, que custa R$ 25 reais, válida somente para os hostels brasileiros filiados na rede, e a Individual Internacional, no valor de R$ 40 reais, válida para se hospedar em qualquer hostel filiado no Brasil e em também em outros países. A minha carteirinha é Nacional, porque neste ano estou pensando em viajar aqui no Brasil. Há uma lista de todos os hostels filiados no site da Hostelling International.

Minha carteirinha Indivual Nacional para eu aproveitar as eblezas do Brasil/ Fotos: arquivo pessoal

Para encontrar um hostel no Brasil ou no mundo, basta digitar no Google: Hostel + o nome da cidade que irá visitar. A seguir, há outros sites que poderão ajudar em sua pesquisa:

Hi Hostel Brasil

Hostels

Brazilian Hostel World

Hostel Bookers

Nesses sites, há sempre a classificação e os comentários de pessoas que já se hospedaram. Então, quando procurar algum deles, leia o que todos dizem e depois faça uma análise.

Lista de hostels: minhas experiências e sugestões

Como já disse anteriormente, já fiquei hospedado em alguns hostels no Brasil e em outros países. Dessa forma, vou listar a seguir os sites dos que mais gostei e que indico.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro (RJ), Bonita Ipanema é muito bem localizada, próxima à Lagoa Rodrigo de Freitas, da Praia Ipanema, de bares e restaurantes, supermercados, farmácias, boates, pontos de ônibus e táxis. Essa foi uma das casas de Tom Jobim, que foi reformada e adaptada para hostel. Possui quartos coletivos e privativos, ótima piscina para aliviar o calor da Cidade Maravilhosa e café da manhã maravilhoso.

Bonita Ipanema é bonita mesmo!

Interior do hostel. Detalhe para a doce gatinha

Curitiba

Em Curitiba (PR), fiquei hospedado no MotterHostel. Ele tinha acabado de ficar pronto quando cheguei. Possui uma infraestrutura boa, colorida e está bem localizado. Possui quartos coletivos e privativos e banheiros compartilhados e individuais.

A alegria do amarelo é trasmitida aos hóspedes!

Mais um registro em Curitiba

Porto Alegre

Neste mês, fiquei hospedado no Porto Alegre ECO Hostel, na capital do Rio Grande do Sul. Localizado em um bairro boêmio, próximo ao Parque Farroupilha e da famosa Rua Gonçalo de Carvalho, considerada a rua mais bonita do mundo. O hostel tem bons preços, quartos e banheiros coletivos e individuais. A piscina e bom café da manhã são maravilhosos!

Já a fachada deste hostel, em Porto Alegre, nos remeteà liberdade e vitalidade típicas da cor verde

Esses três hostels têm um fator que eu gostei muito: a relação entre donos e funcionários com os seus hóspedes. No Rio de Janeiro, em Curitiba e em Porto Alegre, fui muito bem recebido e atendido e pude contar com tudo que precisei durante todos os dias de hospedagem. Então, caso vá a alguma dessas cidades, pode confiar. Esses eu garanto a qualidade.

Gramado 

Em Gramado (RS) vou indicar dois: o Gramado Hostel que foi o que fiquei hospedado e o Britânico Hostel, ambos com bons preços e infraestrutura.

Bom preço e infraestrutura são os grandes atrativos dos hostels

Londres 

O hostel que fiquei em Londres pertence à rede StChristopher’s. Ele está presente na capital da Inglaterra e em outras cidades da Europa, como Paris. Eles costumam estar bem localizados e possuem ótimas infraestruturas e, principalmente, atendimentos de boa qualidade. 

Rede StChristopher's está presente em várias cidades

Outra rede de hostels que é muito bacana, e está presente em vários lugares do Brasil, e até mesmo em alguns países da América Latina é o Che Lagarto, com hospedagens bem localizadas e bons preços.

Meus novos amigos e eu aproveitando a noite londrina

Chile

No Chile, em Valparaíso, fiquei no HostelPo. Não encontrei o site dele, mas o localizei aqui. Possui bom atendimento  e infraestrutura, é bem localizado, moderno e tem muitos desenhos nas paredes, assim como a cidade é. Só perde um pouco no café da manhã. Em geral, os hostels do Chile não possuem um desjejum com fartura como o nosso. Mas o preço, em compensação, é muito bom.

HostalPo é onde me hospedei em Valparaíso

Detalhes que fazem a gente se sentir em casa!

Enfim, se você estiver procurando por uma hospedagem econômica, para que sua viagem não fique cara, procure lugares simples, dinâmicos, que possa te proporcionar novas experiências, novas amizades, novos aprendizados. Hospede-se em hostels, que são lugares únicos.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade