Tempo em
Uberaba

14 de outubro de 2014 | 10h 04
Cortinas: como escolher?
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Bianca Carli
biacarli@gmail.com
Publicado por: Bianca Carli

Coluna da Bianca Carli: toda terça-feira no portal JC

Além de decorarem, as cortinas são também um item funcional que pode influenciar e tornar o ambiente mais confortável e aconchegante. Mas a escolha dela não pode acontecer somente no fim da obra. A definição e a instalação devem ser pensadas junto da obra, pois pode ser necessário a criação de um cortineiro em gesso, dando acabamento aos trilhos. Porém, detalhes como modelo, cor e material podem ser escolhidos depois, quando já temos também definidos o mobiliário e os acabamentos.

Mas se já temos o ambiente pronto e queremos instalar uma cortina, é possível usarmos recursos como a instalação de um varão ou mesmo cortineiros em madeira e gesso. Entre suas várias funções, uma cortina pode ser usada para vedar sons externos, filtrar ou bloquear a entrada de luz natural e proporcionar mais privacidade. Cada ambiente pede um tipo diferente de cortina. Em uma sala de jantar, por exemplo, podemos optar por cortinas mais leves que apenas filtrem a luz enquanto que, em um home theater, talvez seja necessário bloquear a entrada de luz para que se tenha maior conforto.
 
Para cada uma das situações, há tecidos próprios e acabamentos indicados. Confira os acabamentos mais utilizados:
 
Fonte: danietc.com.br 
 
O comprimento da cortina é outro item que precisa ser estudado. Não há uma medida correta a ser seguida, afinal a escolha do comprimento depende do gosto de cada um, mas algumas regrinhas podem ser seguidas para um melhor resultado. Se você quer um ambiente mais imponente e elegante, que alongue o pé-direito e pareça mais amplo, use cortinas longas, até o chão. Entretanto, tenha cuidado para não arrastar,  prejudicando a circulação e facilitando o acúmulo de sujeira. O ideal é que a cortina toque levemente o chão.
 
Se o pé-direito for muito alto, instale a cortina na metade da distância entre a parte de cima da janela e o teto, garantindo um ótimo efeito. E atenção: se sua janela for baixa, evite instalar o trilho logo acima da janela causando um ‘achatamento’ do pé-direito.
 
Para aqueles que preferem cortinas mais curtas, deixe para usá-las em locais onde há móveis abaixo da janela, como escrivaninhas ou bancadas ou opte por modelos do tipo painel, rolô ou romana, que por não terem dobras verticais, deixam o espaço mais harmônico.
 
Deu vontade de trocar as cortinas e renovar o ambiente? Então confiram uma seleção de fotos para se inspirar:
 
Fonte: http://areformadoape504.blogspot.com.br/
 
Fonte: http://duesorellecortinaseenxovais.blogspot.com.br/
 
Fonte: http://duesorellecortinaseenxovais.blogspot.com.br/
 
Fonte: http://www.mundodastribos.com/
 
Fonte: http://casa.abril.com.br/
 
Fonte: http://casa.abril.com.br/
 
Fonte: http://casa.abril.com.br/
 
Fonte: http://casa.abril.com.br/
 
Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/
 
Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/
 
Fonte: http://www.persianasartrio.com.br/romana.html
Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade