Tempo em
Uberaba

05 de maio de 2019 | 17h 41
Nossa casa, e seus recomeços
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Nalanda Mendes
nalandamendes@gmail.com
Publicado por: Nalanda Mendes

                                                       

Nalanda Mendes escreve a coluna de Casa & Decoração no JC. Arquiteta de formação, empreendedora, mãe e dançarina em desenvolvimento permanente, além de fotografa nas horas vagas. Louca por música de quase qualquer natureza, espetáculos teatrais que emocionam, viajar o máximo que puder pelo maior tempo que puder e por pudim. Na arquitetura descobri o meu propósito no mundo: criar! Sempre tive vontade de fazer muito, e na Decorativa estou aprendendo que a aventura está sempre aí, e que talvez nos momentos mais improváveis podemos descobrir as oportunidades mais incríveis.

 

Em sua coluna, Nalanda fala sobre o tema - Nossa casa, e seus recomeços​

A relação acabou, o parceiro foi embora... E o que permaneceu foi você, sua casa, e um sem número de lacunas e vazios. Mas porque não viver esse processo de mudança, aprendizado e evolução junto com nosso espaço?

Ultimamente tenho pensado muito sobre recomeços.... Com o tempo aquela tristeza paralisante que parecia não ter fim do início, começa a dar lugar a uma estranha sensação de movimento, e por mais que o medo ainda fale muito alto nessa hora, é preciso cuidar de si mesma, e daquela que sempre esteve aí com você – sua casa.

Não existe mais nós, daqui pra frente é hora de pensar o que EU gosto de verdade e ser generosa consigo mesma. Que tal começar com uma faxina para clarear essas ideias?

Segundo a Marie Kondo, o que não te traz alegria é desnecessário, então doe, venda, troque, e use uma das partes vazias que ficou no armário para separar uma caixa com as coisas que você ainda não está preparada para lidar.

Que tal chamar as amigas e fazer um desfile ao estilo “Sex in the City” para ajudarem você a escolher aquelas roupas que você se sente muito bem ao usar? Todo dia é dia de roupa linda, então deixe no armário só aquelas poucas favoritas, e guarde as outras por um tempo. Você é sempre seu melhor encontro, todos os dias, não esqueça disso!

Com tudo reorganizado, com certeza a energia da casa começou a mudar, então é hora de deixar ela ainda mais familiar a você – hora de escolher um cheiro feito para levantar o astral! Alecrim é o meu favorito, inclusive desenvolvi uma linha de Alecrim especialmente para trazer esse frescor para os projetos lá da firma, mas vale qualquer outro aroma que realmente faça você se sentir bem.

Pronto, já olhamos para dentro o suficiente, agora é hora de olhar ao redor e criar uma nova relação.... Com seu lugar favorito na casa! Vale a sala, um cantinho de leitura, mas particularmente acho o quarto um lugar mais simbólico. No escritório sempre percebemos que ele é um lugar que precisa de muita ponderação para não acabar sendo tão feminino, mas agora essa regra não vale! Colecione todas as referências que te fazem fechar os olhos e sentir a paz daquele espaço, e depois é só colocar a mão na massa! Coloque um papel de parede novo, faça uma pintura geométrica com suas cores favoritas, ou pinte meia parede fazendo uma cabeceira nova – essa última pode até ter uma cor mais ousada para ajudar a sensação de mudança e está super em alta! Aproveite as mudanças e se dê de presente uma roupa de cama nova que combine com esse novo visual.

Hora de preencher as molduras vazias.... Ou simplesmente trocar as figuras antigas por novas inspirações! Podem ser frases, gravuras.... Que tal preencher um outro vazio também, e trazer uma plantinha bem linda para cuidar, encher de carinho e atenção? Você vai se surpreender como você pode ocupar a cabeça pensando no vaso perfeito e em mil dicas para deixa-la mais bonita a cada dia.... Além de melhorar a qualidade do ar e trazer tranquilidade para as noites que nem sempre são fáceis.

Por fim, você pode escrever recados nos espelhos ou folhagens grandes com caneta para vidro na cor branca, e receber um pouco de carinho sempre que olhar pra eles...

Com tudo isso, acredito que você já consegue começar a se apropriar melhor dos espaços e preencher aqueles vazios do início.... Agora é só continuar: comece a ocupar os outros cômodos, a organizar outros cantinhos.... Chame os amigos e peça opinião sobre como pode aproveitar aquela cômoda da vovó caso ainda não tenha decidido! Essa visita pode virar um almoço divertido, uma ajuda para o DIY, ou mesmo um ombro para chorar as lagrimas que ainda estão aí dentro.... Eles gostam de você e vão ficar felizes em ajudar de alguma forma, não precisa ter medo de incomodar ou não ser uma boa companhia.

Não é tão simples, mas com o tempo a gente se dá conta de que é possível... E aquela solidão dá lugar ao sentimento de acolhimento, e sem perceber estamos prontos para outras arrumações, na casa e no coração.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade