Tempo em
Uberaba

05 de fevereiro de 2019 | 12h 29
O quão relevante é a impermeabilização em uma obra
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Mayara Brandolis
eng.mbrandolis@gmail.com
Publicado por: Mayara Brandolis

Mayara Brandolis escreve a coluna de Casa & Decoração no JC, todas as SEGUNDAS.

Engenheira Civil (CESUBE) e especialista em Gerenciamento de Obras, Tecnologia e Qualidade na Construção (IPOG). Iniciou sua vida acadêmica cursando Design de Interiores (UNIUBE), tem diversos cursos de extensão, tais como: Engenharia de Avaliação - Metodologia Científica (CASTELA), Patologia em Estruturas de Concreto Armado (CESUBE), Dimensionamento em Ligações Parafusadas e Soldadas (ABCEM), entre outros. Foi engenheira credenciada pela Caixa Econômica Federal e Perita Profissional da Assistência Judiciária Gratuita do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Atua como docente desde 2015 no CESUBE e atualmente é Coordenadora do Curso de Engenharia Civil.

 

Em sua coluna, Mayara fala sobre o tema - O quão relevante é a impermeabilização em uma obra​​?

Antes de mencionar qualquer informação sobre a importância da impermeabilização em uma obra, vou salientar um dado muito relevante sobre o tema: as pesquisas indicam que a impermeabilização gera um custo em torno de 1% a 3% do custo total da obra e repará-la gera custos de 5% a 10% do custo total da obra, sem levar em conta os custos quase imensuráveis, como: a depreciação do valor patrimonial, vida útil (diretamente influenciada pela existência de sistema de impermeabilização).

A norma NBR 9575: 2010 estabelece as exigências e recomendações relativas à seleção e projeto de impermeabilização, para que sejam atendidos os requisitos mínimos de proteção da construção contra a passagem de fluidos.

Para evitar serviços mal feitos e atender as exigências da norma é importante ter um projeto de impermeabilização: produtos de qualidade e tão importante quanto o produto é a mão de obra especializada e não menos importante o teste de estanqueidade sempre que possível.

 

Falha na impermeabilização em lajes de cobertura

Fonte: https://www.quartzolit.weber/impermeabilizantes-quartzolit/como-impermeabilizar-lajes-de-cobertura

Em residências é mais comum que as falhas de impermeabilização apresentem patologias em ambientes como cozinha, banheiros, área de serviço, lajes superiores,, embora os impermeabilizantes sejam usados em praticamente todas as partes da construção: fundação, subsolos, piscinas, etc. O mais comum é que essas patologias sejam identificadas como mofos, umidades, fungos. Mas pode ocorrer também corrosão da armadura da laje, estufamento do reboco, manchas e degradação da pintura, como apresentado na figura acima. Lembrando que os problemas na impermeabilização podem ter mais de uma causa. Existem 3 tipos de materiais usados na impermeabilização, são eles: cimentícios, polímeros e asfálticos , que são divididos em dois grupos: rígidos ou flexíveis.

 

Presença de fungos em residência

Fonte: https://www.imovelweb.com.br/noticias/wp-content/uploads/2016/10/i2.jpg

O quão relevante é a impermeabilização em uma obra? Muito, essencial não só pela questão estrutural da edificação, mas também quanto a saúde dos usuários. Morar em um ambiente insalubre, com cheiro de mofo e proliferação de fungos e bactérias não é nada saudável.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade