Tempo em
Uberaba

13 de setembro de 2018 | 17h 56
As principais etapas de uma obra
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Mayara Brandolis
eng.mbrandolis@gmail.com
Publicado por: Mayara Brandolis

Mayara Brandolis escreve a coluna de Casa & Decoração no JC, todas as SEGUNDAS.

Engenheira Civil (CESUBE) e especialista em Gerenciamento de Obras, Tecnologia e Qualidade na Construção (IPOG). Iniciou sua vida acadêmica cursando Design de Interiores (UNIUBE), tem diversos cursos de extensão, tais como: Engenharia de Avaliação - Metodologia Científica (CASTELA), Patologia em Estruturas de Concreto Armado (CESUBE), Dimensionamento em Ligações Parafusadas e Soldadas (ABCEM), entre outros. Foi engenheira credenciada pela Caixa Econômica Federal e Perita Profissional da Assistência Judiciária Gratuita do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Atua como docente desde 2015 no CESUBE e atualmente é Coordenadora do Curso de Engenharia Civil.

 

Em sua coluna, Mayara fala sobre o tema - As principais etapas de uma obra​

 

Temos diversas etapas de uma obra, que começam com serviços preliminares, no qual podemos incluir sondagem, escolha do terreno, projeto, entre outras, mas de forma sucinta dividiremos tudo em 5 etapas: estrutura, alvenaria, instalações, cobertura e acabamento. Falaremos um pouco sobre cada a seguir.

Estrutura:

Temos como um conjunto de elementos estruturais que garantem a sustentação da estrutura, suportando o seu peso próprio, combinações de esforços de ventos e demais sobrecargas: fundações, pilares, vigas e laje.

A fundação é responsável por transferir todas as cargas da construção para o solo, por isso é muito importante saber qual o tipo de solo que será construído, a carga que ele suporta para a escolha do tipo de fundação a ser executada.

O pilar ou coluna é o responsável por transferir as cargas das vigas e lajes para a fundação, ele pode ser quadrado, retangular ou cilíndrico, é um elemento fácil de ser identificado na estrutura por sempre estar locado verticalmente.

A viga é responsável por transferir as cargas de lajes para os pilares, é comum que esteja sujeita a mais de um tipo de esforço simultaneamente e está sempre na posição horizontal.

A laje vem acima das vigas, recebe diretamente as cargas, transferindo para as vigas., é responsável pela divisão de pavimentos. Pode ser de concreto armado, cerâmica e até mesmo de isopor.

Fonte: http://www.nopincolombia.com/detalleproducto.php?idproducto=MTQ=

Alvenaria:

A alvenaria pode ser dividida basicamente em vedação ou estrutural.

A alvenaria de vedação trabalha junto com o concreto armado, serve para separar os ambientes e fechamento de vão entre vigas e pilares, os materiais utilizados são projetados basicamente para resistirem a seu próprio peso.

A alvenaria estrutural, como o próprio nome já diz, é toda a estrutura da construção, não somente trabalha da mesma forma como a de vedação, mas também exerce toda a função de estrutura dispensando as armações de aço presentes na alvenaria de vedação, para que isso ocorra com total segurança  é preciso seguir os requisitos mínimos presentes na norma quanto a resistência do material a ser utilizado.

Fonte: http://condominioalemanha.blogspot.com/2015/08/alvenaria-estrutural.html

Instalações:

As instalações residenciais no geral podem ser divididas em elétricas, hidráulicas, esgoto, pluvial, telefonia e comunicação.

Quando feitas em construções de alvenaria de vedação, são feitas no intermédio entre a alvenaria e o reboco, momento em que passa conduítes e tubulações necessárias.

Quando feitas em construções de alvenaria estrutural na maioria das vezes são passadas dentro dos blocos que não recebem graute, durante a execução da alvenaria.  É aconselhável o uso de shafts, principalmente para instalações de TV, internet, tubulações de incêndio e tubos de queda de esgoto.

Fonte: http://construcaomercado17.pini.com.br/negocios-incorporacao-construcao/177/veja-o-que-considerar-para-a-execucao-das-instalacoes-prediais-369750-1.aspx

Cobertura:

A cobertura tem como principal função proteger a construção das intempéries: chuva, sol, vento. O mais usual que vemos no Brasil é o telhado, que é uma estrutura de madeira ou metálica, coberta por telhas que podem ser galvanizadas, cerâmicas, fibrocimento.

O telhado tem sistema de captação de água pluvial, com calhas, tubos , rufos de forma que se torne uma estrutura totalmente protegida, para o bom funcionamento é necessário manter a inclinação indicada para cada tipo de telha a ser utilizado, bem como trespasse e modo de fixação.

Fonte: https://www.doutortelhados.com.br/

Acabamento:

O acabamento é sem dúvida a cereja do bolo de uma edificação, é essa etapa que mostra toda a qualidade desenvolvida durante a construção.

Nessa fase vamos assentar os revestimentos, pintar as paredes, escolher os acessórios, louças e metais, são muitos detalhes e muitas pessoas envolvidas neles. O padrão de acabamento é o que vai ditar o quanto isso vai custar e há para todos os bolsos e gostos. Sem dúvida é a fase fundamental para a satisfação dos proprietários e deve sempre ser vista com muito carinho pelo construtor e pelo executor.

Fonte: https://www.placo.com.br/blog/4-tipos-de-acabamento-que-voce-pode-fazer-no-drywall

 

 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2018 · Jornal da Cidade