Tempo em
Uberaba

13 de agosto de 2018 | 19h 48
A importância do projeto arquitetônico para uma construção
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Mayara Brandolis
eng.mbrandolis@gmail.com
Publicado por: Mayara Brandolis

Mayara Brandolis escreve a coluna de Casa & Decoração no JC, todas as SEGUNDAS.

Engenheira Civil (CESUBE) e especialista em Gerenciamento de Obras, Tecnologia e Qualidade na Construção (IPOG). Iniciou sua vida acadêmica cursando Design de Interiores (UNIUBE), tem diversos cursos de extensão, tais como: Engenharia de Avaliação - Metodologia Científica (CASTELA), Patologia em Estruturas de Concreto Armado (CESUBE), Dimensionamento em Ligações Parafusadas e Soldadas (ABCEM), entre outros. Foi engenheira credenciada pela Caixa Econômica Federal e Perita Profissional da Assistência Judiciária Gratuita do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Atua como docente desde 2015 no CESUBE e atualmente é Coordenadora do Curso de Engenharia Civil.

 

Em sua coluna, Mayara fala sobre o tema - A importância do projeto arquitetônico para uma construção

A Dicas de Construção é uma coluna criada e escrita pela engenheira civil Mayara Brandolis, com intuito de tornar possível que o sonho da casa própria não se torne um pesadelo. Como o próprio nome já diz aqui vocês irão encontrar dicas de construção, detalhes construtivos e poderão contar com a percepção de uma profissional da área para desmistificar enganos.

Hoje iremos falar sobre a importância do projeto arquitetônico para uma construção. Independente da área construída, localização ou padrão construtivo é extremamente importante que a construção seja bem planejada e o projeto arquitetônico é o ponto de partida para que isso aconteça.

O profissional responsável pelo projeto arquitetônico deve conectar o projeto as necessidades de seu cliente, harmonizando todas as informações e preferências com o ambiente e conciliar com a legislação vigente, seja ela municipal, condominial ou qualquer outra que compreenda ao projeto a ser executado.

O projeto arquitetônico deve conter informações técnicas que são de extrema importância no momento da aprovação perante ao órgão competente, tais como: taxa de ocupação, metragem construída, taxa de permeabilidade, entre outras que devem estar de acordo com o Código de edificações do município ou outra qualquer. Quando for o caso de suas legislações para o mesmo local, como é o caso de condomínio, usa-se os dados da legislação mais rígida.

Após passar por todas as aprovações necessárias teremos o projeto arquitetônico executivo, que nada mais é que um conjunto de desenhos, especificações e memorias necessárias para construção, montagem e etc. Logo, podemos iniciar os projetos complementares, entre eles, temos: hidrossanitário, estrutural, elétrico, luminotécnico, telefonia e lógica e etc, que será nosso assunto da próxima semana. Até lá, pessoal.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade