Tempo em
Uberaba

01 de agosto de 2018 | 17h 24
Liberdade, liberdade
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Bianca Carli
biacarli@gmail.com
Publicado por: Bianca Carli

Bianca Carli escreve a coluna de Casa & Decoração no JC, todas as QUARTAS.

Graduada em Administração de Empresas, resolveu parar de nadar no contra fluxo e cursar Design de Interiores, por paixão e insistência dos amigos. Pisciana convicta, sempre gostou de palpitar na decoração alheia. Ama o design afetivo e todas as formas que as pessoas encontram para imprimir um pouco de sua história nos espaços que ocupam.

 

Em sua coluna, Bianca fala sobre o tema - Liberdade, liberdade​

Ah, a tão sonhada liberdade! Seja ela física, psicológica, financeira ou de qualquer forma, nada seduz tanto quanto a liberdade.

Segundo os dicionários, liberdade consiste em agir de acordo com seu livre arbítrio, observados claro, o não prejuízo a outrem. Sob outra perspectiva, a liberdade também pode significar a ausência de submissão ou servidão. 

Se para nós a liberdade seduz, aqueles que convivem diariamente com algum tipo de limitação em se locomover, esses sim tem na liberdade de ir e vir, um sonho.

Longe de ser inalcançável, com algumas soluções baseadas no design universal, é possível criar ambientes que atendem aqueles que vivem sobre rodas e dar-lhes a tão sonhada liberdade, pelo menos dentro de suas próprias casas.

Confira algumas dicas:

- O vão das portas devem ter um vão de, no mínimo, 80 cm livres mas 90 cm é o ideal. Se o modelo escolhido for de correr, opte por aqueles com trilho superior, para não atrapalhar a passagem.

Fonte: www.dcoracao.com

- Os ambientes devem ser amplos e sem muitos móveis para facilitar a mobilidade. Corredores e espaços de passagem precisam ser mais largos, garantindo um bom espaço para circulação. Deve-se atentar que esse espaço será usado também para manobras e não só para passagem.

Fonte: reprodução internet

- Não é preciso deixar de lado totalmente os tapetes mas dê preferência àqueles de cerdas mais baixas e tamanhos grandes, fixando-os com fitas, por exemplo.

- Alguns materiais como madeira, pisos vinílicos e porcelanatos são os mais indicados para o revestimento do piso, com coeficiente de atrito acima de 0,4. Desníveis maiores de 5 mm devem ser evitados também.

- Os espelhos devem sem instalados com uma inclinação de 10 graus para melhorar o campo de visão. Já os espelhos de corpo inteiro, podem ser fixados a 30 ou 40 cm do piso.

- Tomadas e interruptores, para serem alcançados facilmente, devem estar entre 40 e 120 cm do piso.

- Móveis e bancadas com cantos arredondados evitam pequenos acidentes desnecessários.

- Máquinas com abertura frontal e varais com de chão ou com regulagem facilitam o cotidiano daqueles que precisam usar a lavanderia.

Fonte: Arpa Arquitetura e Acessibilidade

- Nos banheiros, o cuidado é um pouco maior: piso antiderrapante, barras de apoio e registros tipo alavanca. A bancada da pia com altura de 80 cm é a ideal, sem a instalação de armários abaixo dela para que a cadeira possa se encaixar melhor. O chuveiro indicado são os que possuem regulagem de altura e tenham ducha manual.

Fonte: www.simplesdecoracao.com.br

Fonte: casadaptada.com.br

- Para a cozinha, pia e fogão entre 73 e 85 cm do chão garantem um uso confortável. Assim como nos banheiros, os armários devem ser evitados abaixo da bancada. Para acomodar os demais eletrodomésticos e utensílios, os armários devem ter alcance entre 40 e 120cm do piso e profundidade de até 55 cm.

Fonte: www.snaiderocasa.it/prodotto/skyline-lab.html

Fonte: www.snaiderocasa.it/prodotto/skyline-lab.html

- Por fim nos quartos, dê preferência aos armários com portas de correr. A cama deve parear a altura com a cadeira para facilitar a transferência e ao lado dela, um abajur ajuda na iluminação sem ter se mover até o interruptor.

Fonte: Arpa Arquitetura e Acessibilidade

Fonte: reprodução internet

Fonte: decoratrix.com

 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade