Tempo em
Uberaba

27 de novembro de 2019 | 19h 07
A doença do mundo
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Luísa Cunha
luuisacunha@gmail.com
Publicado por: Luísa Cunha

Luísa Cunha Oliveira escreve a coluna de Bem Estar & Saúde no JC e é Psicóloga Clínica formada pela Universidade de Uberaba. Atua na abordagem análise transacional com ênfase em relacionamentos interpessoais e transtormos relacionados a fase adulta.

Em sua coluna ele traz o tema - A doença do mundo​ 

Não sei se só eu que observo isso, mas sigo observando; que a doença do mundo é a falta de empatia! E como já dizia o nosso amigo Coringa: “Sou eu, ou o mundo está cada vez mais louco?” Se eu pudesse responder a essa pergunta, eu diria que o problema não é ele não! O problema também não é o mundo e sim o que a maioria dos homens fazem dele!

Se eu pudesse conversar com ele, eu o acolheria e demonstraria toda minha vontade de ouvir! Eu me faria espaço para suas lamentações, afinal quando alguém segura uma barra com a gente fica menos pesado, sei lá... Eu demonstraria toda minha compreensão quando ele demonstrasse raiva ou vontade de burlar o sistema!

E de verdade, acredito que aquela rebeldia toda estava ali guardada desde muito tempo! E de toda vontade que havia ali, de burlar o sistema familiar, o sistema das pessoas que o perseguiam, o sistema do que o padrão e a sociedade impõe, apareceu uma criança rebelde, bastante inadequada! Novidade na vida dele né?! E afinal, com quem ele aprendeu a ser adequado?

Sabe... se eu fosse aquela psicóloga, eu perguntaria a ele o que sentiu quando descobriu que sua mãe biológica o maltratara na infância. Eu perguntaria o que ele sentiu quando seu “possível” pai gritou com ele no banheiro masculino e também, perguntaria qual seu sentimento quando ele finalmente recebeu o convite para participar do seu programa de TV favorito!

E você? Faria o que?

Eu vejo um monte o “Coringas” todos os dias! Quando paro no semáforo, quando alguém me pede moeda no bar, quando alguém está com os pés descalços no asfalto quente... e até quando eu vejo no noticiário que mais um banco foi assaltado... opa... acho que essa é uma questão um pouco mais peculiar ou polêmica! (Risos), e a minha intenção não é essa aqui!

Mas chamar atenção pros “Coringas” da vida!

E você? Quem seria no filme do Coringa?

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade