Tempo em
Uberaba

10 de julho de 2018 | 00h 14
Enfim temos boas adaptações de jogos?
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Redação JC
jcuberabacontato@gmail.com
Publicado por: Redação JC

Jogos virtuais sempre renderam boas histórias. Além disso, os videogames sempre tiveram uma legião de fãs, para os seus mais distintos jogos que foram lançados ao longo dos anos. Para não ficar de fora desta onda, o cinema sempre tentou buscar nos games a oportunidade de adaptar histórias novas para as telas, e com elas atrair o público que antes ficava apenas nos consoles. Porém, muitas das tentativas não foram bem-sucedidas, visto que surgiram aberrações como: Super Mario Bros (1993), Street Fighter – A Batalha Final (1995), com Jean-Claude Van Damme como astro principal, e Final Fantasy (2001).

Em 2018, dois lançamentos chamam a atenção neste sentido. O primeiro deles dá uma nova roupagem à uma franquia que já havia sido adaptada para as telonas no início do século. Estamos falando de TOMB RAIDER – A ORIGEM. Neste filme, a jovem Lara Croft (interpretada pela ganhadora do Oscar Alicia Vikander) ainda vive nas sombras da perda de seu pai. Tal acontecimento tem tanta influência na vida de Lara, que ela decide inclusive se afastar do luxo que a riqueza deixada pelo seu progenitor poderia lhe proporcionar. Porém, após uma descoberta reveladora do seu passado, ela decide partir numa jornada que permitirá a ela desvendar alguns segredos que podem dar um novo significado para seu passado.

É interessante ver que essa adaptação, diferentemente anterior (protagonizada pela estrela Angelina Jolie) aborda o jogo e sua protagonista de uma forma diferente. Em primeiro lugar, ao não utilizar da sexualização da personagem para atrair o público e, em segundo, por se aproximar bastante dos recentes lançamentos da franquia dos videogames, tanto no visual, quanto na narrativa. Nesta produção, vemos uma Lara mais humana, que sofre mais e, consequentemente, tem maior empatia com o espectador. Confesso que não esperava muito deste filme, e acabei ao fim me surpreendendo com uma boa diversão. Nota do filme: 8.

O outro lançamento que merece destaque é JOGADOR NÚMERO 1. Em princípio, não é uma adaptação de algum jogo ou franquia virtual. Por outro lado, o longa adapta o livro homônimo do autor Ernest Cline, mas traz uma áurea gamificada. Apesar de não ter um jogo-base, o filme se destaca bastante nas referências que apresenta (aos games, filmes e cultura pop) e na simulação virtual denominada OASIS. Aliás, este mundo virtual criado pelo excêntrico James Halliday (Mark Rylance) é o fio condutor de toda a trama. Após sua morte, ele lança (num vídeo pré-gravado) uma corrida online para que os jogadores encontrem chaves que permitirão acesso completo à plataforma. De sobra, o vencedor irá conquistar a fortuna deixada pelo próprio criador do jogo. Peças colocadas em jogo, acompanhamos a trajetória do jovem Wade Watts (Tye Sheridan) e sua turma em busca do prêmio. A forma com qual eles precisam lidar para desvendar os mistérios é apresentada de formas bem agradáveis aos gamers de plantão. Sem contar que ao longo do filme, torna-se cada vez mais divertido tentar pescar na tela todas as referências que são colocadas no nosso campo visual.

No entanto, além de Wade e seus amigos, a busca pela recompensa deixada pelo finado criador do jogo é motivo de cobiça da corporação multinacional IOI. Seus diretores almejam usufruir da OASIS da forma mais comercial possível, visto que na sociedade do ano 2044, a simulação é um refúgio dos problemas da sociedade para quase todos os habitantes do planeta. Desta forma, ela pode ser facilmente uma fonte inesgotável de lucros para o conglomerado.

Se você ainda não se convenceu a ver JOGADOR NÚMERO 1, saiba que ele é dirigido pelo renomado Steven Spielberg e conta com Alan Silvestri (de De Volta para o Futuro, Os Vingadores, Forrest Gump, etc) na trilha sonora. Nota do filme: 9.

Observação: talvez o ponto fraco dos dois filmes sejam os vilões. Mas nada que atrapalhe a experiência em nenhuma das duas produções.

 

Trailer (Tomb Raider - A Origem): https://www.youtube.com/watch?v=gvS1jR7Bdlg

Trailer (Jogador Número 1): https://www.youtube.com/watch?v=jLzThxohl7U

 

CURIOSIDADES SOBRE TOMB RAIDER – A ORIGEM:

- A protagonista, Alicia Vikander, fez questão de dispensar dublês e fazer todas as acrobacias programadas no roteiro do filme.

- O ator Dominic West, que faz o papel do pai de Lara Croft, já interpretou o pai de outra personagem vivida pela atriz Alicia Vikander, no filme Juventudes Roubadas (2014).

- Antes de Alicia ser escalada para o papel de Lara, foram também consideradas as atrizes Daisy Ridley (Star Wars – O Despertar da Força) e Emilia Clarke (Game of Thrones).

 

CURIOSIDADES SOBRE JOGADOR NÚMERO 1:

- O filme marca o terceiro trabalho da dupla composta pelo diretor Steven Spielberg e o ator Mark Rylance. Eles trabalharam juntos nos recentes O BOM GIGANTE AMIGO e PONTE DE ESPIÕES.

- Aparecem no filme os veículos icônicos: DeLorean (De Volta para o Futuro), Interceptor (Mad Max), Mach 5 (Speed Racer), além do Batmóvel.

- No meio dos personagens que aparecem como referências, você poderá ver: King Kong, Coringa, Gandalf, Chucky (O Brinquedo Assassino), Freddy Kruger, Lara Croft (olha a conexão!) e os personagens do jogo Street Fighter Chun-Li, Blanka, Sagat e Ryu (talvez seja essa a melhor aventura do game nos cinemas).

* Imagens reproduzidas da Internet

Cláudio Ribeiro de Sousa é Mestre em Ciência da Computação, Professor e fanático por cinema e séries de TV.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2018 · Jornal da Cidade