Tempo em
Uberaba

27 de agosto de 2017 | 23h 38
Festival Timbre chega a sua 4ª edição com sete atrações confirmadas
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Redação JC
jcuberabacontato@gmail.com
Publicado por: Redação JC

Evento levanta a bandeira na luta contra o preconceito e traz shows inéditos para Uberlândia


 
Um dos eventos mais consolidados de música independente da região está de volta: o Festival Timbre. Quem é fã de boa música, apoia e acredita nas diversas formas de promover a cultura, já pode anotar na agenda os dias 6 e 7 de outubro. Onde? No principal cartão postal de Uberlândia, o Teatro Municipal. O evento ocupará a área externa e interna de uma das obras de Oscar Niemeyer. Para não restar dúvidas de sua magnitude, o Timbre trará atrações que vão pisar em Uberlândia pela primeira vez, como o efervescente grupo Baiana System (BA), o rap do 3030 (RJ) e o rock da Scalene (DF), banda finalista do reality show Superstar.

Além desse time de peso, já estão anunciados Rael, convidando Emicida e Tulipa Ruiz, em um show nunca antes realizado, com os três nomes no mesmo palco, e Silva cantando Marisa Monte. Como toda edição do evento, várias bandas independentes de Uberlândia e região tocarão nos dois dias do festival. Em breve, novos nomes serão comunicados.

Para relembrar, Criolo e outras 15 bandas passaram pelos palcos do Timbre no ano passado, trabalho que mobilizou mais de 10 mil pessoas ao longo da programação. Desde 2012, ao longo de sua trajetória, o festival já reuniu mais de 70 artistas de todo território nacional em Uberlândia-MG, sendo um dos poucos deste peso a ser realizado no interior do país.

Os ingressos estão sendo vendidos na Fox Club (Center Shopping, Uberlândia Shopping e Terminal Central). Portando estrutura de grandes festivais nacionais, o evento tem como intuito se tornar uma rota anual para artistas de todo Brasil, mantendo, também, seu objetivo principal de amplificar e fortalecer a cultura independente. Está entre um dos principais festivais de música independente de Minas Gerais e faz parte da Associação de Festivais Brasileiros Associados (FBA), ao lado de festivais importantes como Abril Pro Rock, Goiânia Noise, Porão do Rock, Mada, Demo Sul, El Mapa de Todos e Satélite 61.

Para ajudar a amplificar a voz do Festival em diferentes cidades e nichos, o Timbre também selecionou os embaixadores do evento, que são pessoas proativas, empenhadas e engajadas com a cena cultural. Outra grande novidade é a extensão do Festival como projeto cultural, que levará a música independente através de shows, debates e ações para dentro de cinco escolas públicas do Ensino Médio em Uberlândia.

Mantendo o mesmo formato da edição anterior, a noite de sexta-feira (6) acontecerá na parte interna do Teatro Municipal, que possui limitação de público, onde Silva se apresentará cantando Marisa Monte.  No sábado, as atrações se apresentam na parte exterior do local, na esplanada do Teatro. Outras ações estão previstas, como cita o idealizador do projeto, Gabriel Caixeta: “A região sentirá o impacto da chegada do Timbre. Teremos pré-eventos em Uberaba, Araxá, Araguari, Ituiutaba e Patos de Minas, além de diversas ações culturais. ” 
O produtor acrescenta que a programação completa do evento ainda é segredo: “Planejamos realizar até cinco dias de Festival Timbre, mas os locais divulgaremos posteriormente, então, tem que acompanhar as redes sociais para ficar por dentro! ”
 


“Por dentro somos iguais”

A escolha do conceito do festival para esse ano foi baseada na frase "Por dentro somos iguais", desenvolvida em conjunto com o estúdio Farândola, em um mote ao preconceito zero, seja por gênero, classe social, religião, cor, orientação sexual, política, etc. Como foi divulgado em sua página: “Convivemos em um universo evoluído demais para pensamentos tão retrógrados, e devemos cada vez mais nos conectar através da música: ela nos desperta, ela nos desprende, ela nos transcende. Como representado na logo do festival, nosso Timbre é sempre vibrante”.

Segundo um dos organizadores do evento, Lucas Cordeiro, o evento prevê ações que endossem o conceito criado. “Buscamos não só a arte como música, mas também artistas plásticos, escritores, designers, artesãos e/ou qualquer manifestação cultural em torno do tema, para que exponham no festival e impactemos o máximo de pessoas!”
 
Pontos de venda:
Fox Club: Center Shopping, Uberlândia Shopping e Pratic Shopping-Terminal Central
Online: www.sympla.com.br/festivaltimbre
 

Informações/Créditos: Jornalista Amanda Célio

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2017 · Jornal da Cidade