Tempo em
Uberaba

11 de maio de 2020 | 20h 28
Artistas levam alegria e ajuda a população em meio a pandemia
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Redação JC
jcuberabacontato@gmail.com
Publicado por: Redação JC

                                            

André Montandon que escreve a coluna de Cultura no JC é Servidor Público, formado em Ciências Biológicas, tendo especialização em Gestão Ambiental, MBA em Gestão de Pessoas e Gestão Pública. É também, fundador do blog zebunarede.com e colunista do site do Projeto ao Cubo.

 

Em sua coluna ele traz o tema: Artistas levam alegria e ajuda a população em meio a pandemia

A crise gerada pelo avanço do novo coronavírus vem impactando diversos setores da sociedade. Eventos pelo mundo todo foram adiados, remarcados ou até mesmo cancelados devido às restrições estabelecidas, provocando uma mudança brusca em nossas vidas. Uma das principais estratégias no combate dessa pandemia é o isolamento social, onde parte da população fica em casa diminuindo a circulação e consequentemente a propagação do vírus. Mas essa nova rotina não tem sido uma tarefa nada fácil. Para lidar com a situação e contornar a crise, o setor artístico vem proporcionando à população momentos de alegria com as já famosas lives, ou transmissões ao vivo, diretamente de suas casas ou de um estúdio.

Um dos primeiros movimentos registrados nesse sentido foi o "Festival Eu Fico em Casa”, criado em Portugal, com o intuito colaborar com o impedimento da propagação do COVID-19 e ainda incentivar o público a seguir valorizando artistas e cultura virtualmente. Essa iniciativa, inspirou a criação no Brasil do Festival Fico em Casa BR e tantos outros eventos como os Festivais Música em Casa, Lá de Casa, Na Sala, Cantágio Musical, Elas nas Catracas, #TamoJunto, além dos shows promovidos por artistas e bandas dos mais variados estilos.

Além de ajudar as pessoas a lidarem com a pandemia, grande parte dessas iniciativas também têm caráter filantrópico, arrecadando doações para as mais diversas causas. O canal ShowLivre, lançou recentemente a sua nova plataforma pay-per-view junto com uma campanha super bacana, a #musicasalva, em que o artista faz uma live e o fã contribui com o valor opcional do ingresso. Toda a renda líquida dos ingressos é dividida em duas partes: 50% para o Fundo Emergencial para a Saúde Coronavírus Brasil e os 50% restantes para o artista.

Em Uberaba, artistas como Carol Tavares, Edson Santana, Emerson Dibadá, Leandro Fernandes, Toi, as duplas Aninha Mendes & Patricia, Paulo & Nathan, Cássio Facure & Leon, Suellen & Franciellly e as Banda Black Pantera, Maddock e Projeto ao Cubo já realizaram os seus shows online. A Fundação Cultural lançou recentemente o “Circuito Cultural Online” com uma programação diversificada para divulgar o trabalho dos artistas locais nas redes sociais da Instituição. Para participar do projeto, os artistas interessados devem enviar os dados para o e-mail imprensa.fcu@gmail.com .

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2020 · Jornal da Cidade