Tempo em
Uberaba

21 de setembro de 2015 | 14h 58
Denise Max leva a Zooterapia ao Asilo São Vicente
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Redação JC
jcuberabacontato@gmail.com
Publicado por: Redação JC

Foto de Thaís Ferreira

Os internos do Asilo São Vicente receberam a visita da vereadora Denise Max, que foi ao local conversar e oferecer a eles uma proximidade maior com os animais. Conhecida como “Zooterapia” ou “terapia assistida por animais”, ela vem sendo utilizada em vários países do mundo e diversos lugares no Brasil, como é o caso do Albert Einsten. “O contato com bichos como cães, peixes, tartarugas e pássaros, por exemplo, proporciona um aumento da afetividade, do ânimo e da socialização dos idosos”, destaca a vereadora. 
Para ela, muitos se mostram fechados, sem comunicação, e entediados com a rotina do asilo. “Mas percebo que a partir do momento que os cães chegaram, as rodas se formaram, e a socialização aconteceu”, comemora.
Segundo especialistas, a Zooterapia ainda contribui  para a melhoria da capacidade motora, da depressão e ansiedade, e ainda diminui a pressão sanguínea. 
A Zooterapia é uma luta da vereadora, que visa a levá-la, não só aos asilos, mas também aos hospitais. “Temos dois requerimentos, sendo um para a implantação desta terapia nos asilos, e outro para que chegue aos hospitais. Conseguimos autorização para entrarmos no asilo e oferecer esta tarde linda a estes 54 internos. Agora, queremos agendar reuniões com diretores de hospitais, para que isto seja possível entre os enfermos também”, destaca.
Denise Max frisa que o hospital terá toda a liberdade de agendar a visita e o local onde os cães possam permanecer, já que tudo vai depender do estado do paciente, bem como determinar o tempo de visita de acordo com o comportamento do animal no ambiente.

Matéria por: Jornalista Pituca Ferreira - Assessoria de Comunicação da vereadora Denise Max

 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2019 · Jornal da Cidade