Tempo em
Uberaba

14 de junho de 2017 | 14h 37
Motorista supostamente embriagado causa acidente e deixa duas vítimas
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Redação JC
jcuberabacontato@gmail.com
Publicado por: Redação JC

Nesta terça-feira (13) a guarnição da Polícia Militar foi acionada a comparecer na av. Nossa Senhora do Desterro, onde havia acontecido um acidente de trânsito entre os veículos VW/Gol e GM/Corsa. Ali chegando, os Militares iniciaram a coleta de dados, e foram informados que a condutora do veículo GM/Corsa, C.D.S; 52 anos e uma criança de quatro anos, haviam sido socorridos por uma testemunha que presenciou o acidente e prestou socorro encaminhando as vítimas até a unidade de Pronto Atendimento do Parque do Mirante, já o condutor do VW/Gol, M.A.S.F; 46 anos, foi socorrido por uma equipe do SAMU e encaminhado até o Hospital Escola.
Os Polícias apuraram que a criança de quatro anos, em decorrência do acidente, sofreu uma avulsão dental, ou seja, a perda completa de um dente,um corte na orelha direita, se queixava de dores pelo corpo e vomitava sangue. A condutora se queixava de dores no tórax. As duas vítimas foram reencaminhadas da Upa do Parque do Mirante para o Hospital Universitário Mário Palmeiro, onde possuíam convênio médico e permaneceram em atendimento médico.

Quanto ao condutor M.A; este teria sofrido um trauma importante no crânio, região da face, com grande extensão e profundidade, com possível risco de perder inclusive da visão de um dos olhos, sendo encaminhado ao Hospital Escola onde permaneceu recebendo cuidados médicos no pronto atendimento.


Segundo algumas testemunhas, o Corsa transitava pela av. Nossa Senhora do Desterro, sentido bairro Mangueiras ao bairro Manoel Mendes, quando no cruzamento ao lado do número 1562 da via, a condutora C.D; teria convergido a esquerda para acessar a rua Geraldo Borges de Araújo, vindo ao tentar transpor o cruzamento, ter seu veículo colidido na lateral direita pelo Gol, o qual teria preferência de passagem, porém segundo as testemunhas deslocava-se em alta velocidade. 
A testemunha que presenciou o acidente e socorreu a condutora juntamente com a criança, alegou que teria sido ultrapassado pelo Gol, o qual estaria com uma velocidade superior a permitida da via, sendo tal velocidade mantida até o momento do acidente, inclusive sem reduzir ao transpor uma lombada próximo ao cruzamento onde ocorreu o acidente, fato também confirmado por outra testemunha.

Ainda de acordo com a equipe do SAMU, foi informado que o condutor aparentava ter feito a ingestão de bebida alcoólica, pois apresentava forte hálito etílico, falta de coordenação motora, fala pastosa e desconexa, exaltação e agressividade, chegando a recusar atendimento médico e maltratar os funcionários do SAMU os quais verificaram a gravidade dos ferimentos e insistiram no atendimento conseguindo acalmar o senhor. Visto a gravidade das lesões do senhor M.A; não foi possível que ele se apresentasse na delegacia de plantão. Os veículos estavam em situação regular e foram liberados para familiares dos condutores.

Diante dos fatos, foi registrado o Boletim de Ocorrência de Acidente de Trânsito, para a tomada das providências.

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2017 · Jornal da Cidade