Tempo em
Uberaba

18 de julho de 2018 | 19h 01
Autos Giros | Mercedes-Benz pensando no coletivo
comentário(s)
A+ A-
PUBLICADO POR
Daniel Jacques - Autos Giros
contato@autosgiros.com.br
Publicado por: Daniel Jacques - Autos Giros

Daniel Jacques traz um giro semanal sobre o mundo automotivo.

Automóveis, motos, caminhões e muita informação.

http://autosgiros.com.br/​

                                               

 

A Mercedes-Benz apresentou na última sexta-feira suas novas tecnologias para ônibus no mercado brasileiro. A principal delas é o piloto automático adaptativo (ACC). O evento, do qual eu participei, incluiu um rápido passeio em um ônibus equipado com os novos sistemas. O objetivo da marca - plenamente alcançado - era demonstrar que o veículo era capaz de manter uma distância segura e uma velocidade constante - ambas programadas pelo motorista, mas sem a intervenção deste.

Isto porque, definidos a velocidade desejada e a distância a ser mantida de outros veículos à frente, o sistema assume a aceleração e frenagem, deixando o motorista mais atento a outros aspectos importantes do transporte de passageiros.

Na verdade esta tecnologia - que por enquanto está disponível em apenas dois modelos de chassi para ônibus rodoviários da marca alemã - já existe em automóveis de segmentos superiores, e até nos caminhões Actros da própria Mercedes-Benz, como eu comentei nesta coluna há umas semanas atrás. Contudo, o que eu considero relevante é que, além de abrir caminho também para ônibus autônomos, tecnologias "inteligentes" em ônibus podem impactar também na evolução da infraestrutura do futuro do transporte e da mobilidade.

Talvez porque seja o único dos modais de transporte terrestre (excetuando-se trens, que teriam esta mesma lógica) na qual, ao mesmo tempo que beneficia um grupo de pessoas, ao invés de uma ou meia-dúzia, não é vendido para o consumidor final. Automóveis, motos e até caminhões são veículos comercializados diretamente entre fabricante e "usuário", enquanto ônibus é adquirido por empresas que atenderão o público final.

O que eu quero dizer é que esta mesma tecnologia, por exemplo, prescinde de uma infraestrutura inteligente de transporte para atingir o seu máximo. Hoje, no Brasil, isto não seria possível. Contudo, a medida que mais ônibus tiverem tecnologias assim, talvez as cidades precisem se preparar para o futuro da mobilidade, de uma forma que para automóveis, motos e caminhões, "não seria necessário".

Talvez justamente por o piloto automático adaptativo ser uma tecnologia comum em automóveis - muito mais próximos do nosso dia a dia, como eu comentei na semana passada - a gente não se dê conta da importância deste momento, deste lançamento da Mercedes-Benz, no futuro da mobilidade.

É um exercício de futurologia? É. Mas também é uma fé no futuro, uma esperança e um desejo de sucesso para todas as iniciativas que nos levem a um trânsito e um transporte mais seguros, mais inteligentes e mais prazerosos.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Vem aí 15 novos Fiat/Jeep em cinco anos

Depois da General Motors/Chevrolet e da Volkswagen, agora foi a vez da Fiat, que completou 42 anos de Brasil no último dia 09, divulgar que terá uma série de novidades para os próximos anos. Na verdade, o grupo FCA anunciou investimentos de R$ 8 bilhões, que devem gerar 8 mil empregos diretos e indiretos.

Além disso, os recursos permitirão a ampliação da gama de produtos da Fiat e fortalecerão a marca no mercado brasileiro e latino-americano. A estratégia para isto inclui reforçar  a sua presença em segmentos em que já é líder e também outros que ainda não atua.

Em termos de produtos serão 15 lançamentos no Brasil até 2023, entre carros novos, renovações de modelos e séries especiais. Será cada vez mais interessante ver esta briga.. que vença o consumidor!

- - - - - - - - - - - - -

Mulher saudita ganha Ford Mustang

Pra quem não acompanhou, a Ford presenteou a saudita Sahar Hasan Nasif com um Mustang GT. E nãos e trata do começo das vendas do modelo por lá, mas o início do direito das mulheres de dirigir. Sahar desejava adquirir o carro desde quando alugou um, na Califórnia, em 1999.

Ótima ação da Ford, parabéns à Sahar. Contudo, esta história nos traz uma reflexão sobre os direitos iguais entre homens e mulheres. É claro que temos muito a evoluir no Brasil, mas não esqueçamos que muito já foi conquistado. E não me refiro apenas à igualdade entre gêneros, mas esta é uma das coisas que às vezes não lembramos que já conquistamos e que outros países ainda lutam para poder sonhar.

É claro que nós ainda temos muito a conquistar, e devemos todos seguir nossas lutas. Apenas uma reflexão.

- - - - - - - - - - - - - -

Premiação global Jaguar Land Rover

A Top Car, concessionária que representa a marca Jaguar Land Rover no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina recebeu dois prêmios globais da montadora britânica no mês de junho. Os reconhecimentos foram baseados no resultado dos departamentos de Marketing e Vendas do grupo catarinense.

O prêmio de marketing foi dado ao gerente de marketing do Grupo, Flávio Porto e para o analista Marlon Silva. Além disso, os consultores de vendas da concessionária de Porto Alegre Robson Beltrami e Tamara Giombeli ganharam a premiação na área de relacionamento com clientes.

A premiação incluiu uma viagem a Alemanha para conhecer o Land Rover Experience Center na cidade de Düsseldorf na Alemanha, e pilotar um modelo Jaguar no tradicional circuito de Nürbugring. Nada mal, hein?

Parabéns aos agraciados e ao Grupo Top Car!

- - - - - - - - - -

Lucas Di Grassi "Di" novo

Pra fechar, vale o registro do fim da temporada 2018/2019 da Fórmula E. O brasileiro Lucas Di Grassi voltou a vencer na primeira corrida da rodada dupla da etapa de Nova York, realizada no último final de semana. Na segunda prova ele ficou em segundo.

Então ainda atual campeão, Di Grassi terminou a temporada na vice-liderança entre os pilotos, e campeão entre os construtores com a Audi Abt. Tivesse tido um melhor início de temporada, quiçá seria o primeiro bicampeão da categoria dos elétricos.

Com os resultados, o título ficou com o francês Jean-Éric Vergne. Agora é aguardar, a Fórmula E volta para a temporada 2018/2019 em 15 de dezembro , e terá entre suas atrações o ex-piloto de Fórmula 1 Felipe Massa.

Pra quem reclama que a Fórmula 1 não tem pilotos brasileiros, fica a dica!

 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba as novidades do
JC diretamente no seu e-mail:

 



  Agência Digital  
Todos os direitos reservados © 2018 · Jornal da Cidade